NOVIDADES

10 de agosto de 2010

Titia Ovelha ensina: Risoto

Como vocês todos que lêem o blog podem perceber, não consigo ser muita didática nas minhas receitas. Não encarem isto como falta de atenção ou vontade, é apenas uma dificuldade minha mesmo... mas por favor, sintam-se sempre 100% à vontade para me perguntarem qualquer coisa, prometo tentar explicar nem que a gente tenha q falar no skype e ligar a webcam hehe

Então resolvi criar o “Titia Ovelha ensina” para ensinar algumas coisas básicas da cozinha e dar uma ajuda para aqueles que tem altas habilidades apenas em fazer miojo ou abrir a caixa de pizza congelada.

No “Titia Ovelha ensina” de hoje, receitinha básica e fácil (e não a mais correta) para fazer um bom risoto:



Observações importantes:

1) O tipo do arroz utilizado para o risoto é bem importante. Eu sempre utilizo o arroz arbóreo, mas existem também o carnaroli e vialone nano. Não tenho preferência por nenhuma marca, pelo menos por enquanto. O fato de utilizar o arroz diferenciado tem um motivo, não é pura frescura. Estes tipos de arroz têm mais amido do que o comum, e é este amido que, misturado à água, dá a consistência cremosa ao risoto.

2) O arroz arbóreo rende bastante. Então, a quantidade por pessoa pode ser meia xícara, mas fiquei ciente de que vai sobrar (ou se não sobrar, no mínimo vai dar uma dorzinha de barriga hehe)

3) A quantidade de água é sempre um pouco mais que o dobro da quantidade de arroz. Para 1 xícara de arroz, coloque 2 e 'um pouco a mais' de água. Nunca medi este 'um pouco a mais', mas seria algo como 1/2 ou 3/4 de xícara... Isto não interessa muito, pois no final dá pra acertar colocando um pouco mais de água e mexendo para ajudar a deixar o risoto cremoso.

4) Deixe os ingredientes todos à mão. Vai evitar correria.

5) Sempre mais molhado do que seco. Sempre. Mais água, neste caso, é melhor do que menos.

6) Esta receita não é a correta e tradicional de risoto. O certo é ir acrescentando a água aos poucos e sempre mexendo. Porém, para quem está começando (ou para quem é meio preguiçoso, como eu) ela é boa por ser mais fácil e prática.

7) Como esse blog é meu, e a receita é minha, vou escrever como eu gosto de fazer. Gosto pessoal mesmo. Existem várias outras maneiras de fazer, fique a vontade para procurar na internet ;)


Porção para duas pessoas (para 1 é a metade; para 4, o dobro; e para 5, o dobro mais metade hehe)


Ingredientes:

- 1 xícara de arroz arbóreo

- 2 xícaras (e 'um pouco a mais') de água quente

- 1 colher de sopa de azeite de oliva ou 1 colher de chá de manteiga (nunca medi, mas deve ser mais ou menos isto... não é para o arroz boiar na gordura, só para dar uma molhada mesmo)

- 1/2 tablete de caldo de legumes ou de galinha (pode usar 1 tablete inteiro se gosta do tempero mais forte)

- 1/2 copo de vinho branco (100 ml) - nunca medi também, sempre coloco no olho e errar para mais ou para menos não vai estragar seu risoto

- requeijão ou creme de leite

- queijo parmesão ralado (isto é opcional, mas fica bem bom)

- sal e pimenta a gosto (coloque no final, depois de provar)


Passo a passo:

- Coloque uma chaleira de água para ferver.

- Coloque uma panela média em fogo alto. Espere aquecer um pouco e coloque o azeite de oliva (ou a manteiga)

- Acrescente o arroz e deixe fritar por alguns instantes (mais ou menos 1 min)

- Acrescente o vinho branco e mexa até ficar meio uma papa (meio cremoso)

- Coloque a água quente na mesma xícara que mediu o arroz e junte o caldo de legumes/galinha, mexendo um pouco para dissolver. Se não dissolver tudo, coloque esta primeira xícara de água na panela, encha a xícara novamente, dissolva e junte ao arroz. Coloque agora o 'um pouco a mais' de água.

- Baixe o fogo (ou não, eu sempre esqueço), deixe a panela meio tampada (não completamente) e vá dar uma voltinha.

- Volte (:P)

- Se a água já desceu e não dá mais para vê-la por cima do arroz, mexa o risoto e prove. O arroz do risoto é al dente, ou seja, meio durinho, mas não cru, viu? Se tiver muito duro, coloque um pouco mais de água e mexa novamente (e é agora que se deve colocar um pouquinho mais de sal, se achar que precisa)... fique fazendo isto, mexendo, acrescentando água e provando até chegar no ponto que te agrade

- Para finalizar, coloque o requeijão ou o creme de leite, o parmesão e algum outro tempero que queiras, como pimenta do reino, tabasco, sei lá...



A graça do risoto e ir experimentando e mudando, sempre achando uma coisinha nova e diferente, um sabor inusitado.

O risoto nunca é assim como o de cima, 'risoto de nada', então podes fazer com inúmeros ingredientes. Alguns são colocados no início, para fritar e cozinhar com o arroz (como brócolis, funghi secchi, linguíça...); outros fritam antes de tudo para deixar o gostinho na panela, saem de cena enquanto o arroz cozinha e depois voltam para a panela (como o alho poró, a abobrinha italiana...); e alguns são colocados apenas no final (como o aspargo em conserva, o de gorgonzola com pêra e nozes, etc). Enfim, sabendo este básico, dá para viajar e fazer maravilhas.

Boa Sorte!


Obs: se ainda assim tiver alguma dúvida, me escreve que a Titia Ovelha responde ;)




7 comentários:

  1. Adorei a idéia da titia ovelha ensina!!!!!!!!Nossa.....me deu uma vontade de comer risoto! hummmm!!!!Acho q esse teu blog anda proibitivo pra mim.ahahahahah!!!!!Já tou com água na boca só de pensar. bjinho!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Titia ovelha, essa receita é realmente incentivadora de excessos alimentares!! hehe Sou amiga da Marília e, na mesma semana em que ela me indicou o teu blog, fiz um risoto que - para ser o primeiro em 23 anos de vida - ficou perfeito!! A aceitação, pelo menos, foi total - literalmente, pq fiz 3 xícaras e "um pouco mais" e não sobrou quase nada, hehe.
    Adorei o blog, como escreves as tuas receitas e as dicas!!

    ResponderExcluir
  3. Ah, 3 xícaras e "um pouco mais" para 3 pessoas!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, Ana Carolina... tu não sabe como fiquei empolgada quando soube que tu ia tentar fazer o risoto, e mais ainda agora que deu certo e tu veio comentar. Muito legal mesmo!

    Brigadão por ler, por tentar, e por vir me contar.

    ResponderExcluir
  5. Depois das dicas da titia, meus finais de semana sozinho em casa nunca mais serão os mesmos...

    agora é só deixar a preguiça de lado e botar mão na massa. hehe

    bjo!

    ResponderExcluir
  6. Ana Carolina...07 de setembro de 2013

    Oi vou fazer meu primeiro risoto a minha duvida é preciso usar o vinho? da pra fazer sem?

    obrigado adorei o site!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Carolina, eu nunca te respondi :(
      Desculpe.
      Tu já deve ter feito muitos risotos desde então.. e aí, já está craque?

      A questão do vinho é porque na receita original do risoto vai. É quase como o gosto que caracteriza o risoto... e o alcool vai todo embora, fica só o gosto. Mas tu pode fazer sem também.

      Tomara que tu veja isto, mesmo depois de um ano... será??
      um beijo

      Excluir

.